CONTATE-NOS PELO WHATSAPP: 99512-9504

segunda-feira, 20 de março de 2017

Exposição no MAM mostra o processo de criação do arquiteto catalão Antoni Gaudí

Mostra reúne 46 maquetes e 25 peças de design, entre objetos emobiliário criados pelo arquiteto catalão. 'Gaudí: Barcelona, 1900' fica em cartaz até 30 de abril.



Um pedacinho da Espanha desembarcou no Rio na quinta-feira (15), data da inauguração da exposição “Gaudí: Barcelona, 1900”. A mostra, que acontece no Museu de Arte Moderna (MAM), reúne 46 maquetes e 25 peças de design, entre objetos e mobiliário criados pelo arquiteto catalão, um dos grandes representantes do modernismo.

A mais famosa das obras de Antoni Gaudí (1852-1926), a igreja Sagrada Família, um dos principais pontos turísticos de Barcelona, está exposta em uma réplica de cerca de 3 metros de altura. Várias maquetes de partes da basílica também estão à mostra.
As emblemáticas e não menos turísticsa Casa Batlló e Casa Milá, edifícios com construções artísticas e poéticas, também têm peças na exposição.

“Quem vier vai encontrar maquetes das exposições do Gaudí, alguns prédios importantes, mas vai encontrar também estudos, como ele estudou a natureza, que foi sempre muito importante no caso do Gaudí. Ele era um cara totalmente empírico, então ele fazia estudos observando tudo em volta dele. As abelhas, formigas, árvores, estruturas e principalmente trazendo isso para arquitetura”, disse o curador de exposição do MAM, Luiz Pizarro.

Pizarro conta que a ideia é fazer um trabalho educacional e interativo com as crianças e adolescentes durante o período da exposição.
“Na área de educação, qualquer grupo pode fazer agendamento, é gratuito. Ao chegar, eles participam de uma atividade sensorial com música espanhola, depois visitam a exposição e terão uma atividade ao ar livre com a construção de um castelo de areia cumulativo e interativo. Cada grupo vai fazendo crescer esse castelo de areia e trazendo para o museu o mesmo conceito da Sagrada Família.”

Todas as peças pertencem aos acervos do Museu Nacional de Arte da Catalunha, Museu do Templo Expiatório da Sagrada Família e da Fundação Catalunya-La Pedrera, em Barcelona, que apoiaram a exposição. A idealização e realização do projeto foram do Instituto Tomie Ohtake, com coordenação geral da Chizhi – Organización Proyecto Cultural Internacional. O patrocínio é da Arteris e Bradesco, com Lei Federal de Incentivo à Cultura (MinC). A exposição esteve em cartaz no o Instituto Tomie Ohtake e no MASC, em Florianópolis.

SERVIÇO

Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
Exposição: 16 de março a 30 de abril de 2017
De terça a sexta, das 12h às 18h
Sábado, domingo e feriado, das 11h às 18h
Ingresso: R$14,00
Estudantes maiores de 12 anos: R$ 7
Maiores de 60 anos: R$7
Endereço: Av. Infante Dom Henrique, 85

Nenhum comentário: