CONTATE-NOS PELO WHATSAPP: 99512-9504

sexta-feira, 27 de abril de 2012

HQs de super-heróis ajudam no aprendizado de Física em escola de Minas Gerais



Luscilena Maria José Alves, professora de Física na Escola Estadual Marlene Martins Reis, de Pratinha/MG, está recebendo a ajuda de alguns super-heróis dos quadrinhos para auxiliar seus alunos a entender melhor a matéria ensinada na sala de aula.

Ela criou o projeto As Histórias em Quadrinhos Como Ferramenta Metodológica no Ensino de Física, que tem melhorado o desempenho dos estudantes do 3º ano do ensino médio na escola em que leciona, de acordo com uma reportagem publicada nesta semana, no site da Agência Minas.
Para aplicar o que aprenderam nas aulas, os alunos criaram HQs estreladas por Mulher-maravilha, Batman e outros super-heróis.

A escolha dos personagens foi feita pelos próprios estudantes, por meio de uma votação no blog de Luscilena Maria.
"Desde o ano passado, venho percebendo que os meus alunos e outros da escola têm certa dificuldade em aprender Física, seja por ser um tema abstrato ou por ter muitas fórmulas. Então, resolvi utilizar os quadrinhos, pois é diferente e ao mesmo tempo resgata a infância deles e torna o ensino mais prazeroso", disse a professora à Agência Minas.
Separados em grupos, os alunos produziram, sob a supervisão da professora, história em quadrinhos sobre um tema predeterminado (energia cinética, lei da inércia, aceleração e outros assuntos), protagonizadas pelo super-herói escolhido.

"Eu e o meu grupo criamos uma história com a Mulher-Maravilha. Tem um momento em que ela para um trem que carregava uma bomba nuclear. Esse trem poderia se chocar com outro que vinha no sentido contrário. Quando a Mulher-Maravilha resolveu parar o trem para evitar o choque e a explosão, nós trabalhamos o princípio da ação e reação", explicou à AM a estudante Natália Cristina Pereira, de 16 anos.
Professora e alunos pretendem repassar as HQs aos estudantes dos dois primeiros anos do ensino médio.
Como destacou a reportagem, essas histórias em quadrinhos também ajudaram os alunos a desenvolver habilidades de leitura, escrita e arte.

Uma iniciativa que deveria servir de exemplo para outras escolas do Brasil.

Fonte.

Nenhum comentário: