CONTATE-NOS PELO WHATSAPP: 99512-9504

domingo, 7 de março de 2010

Profissão: DESIGNER DE INTERIORES

Muitos alunos e desenhistas que estão começando têm me perguntado sobre esta profissão conhecida popularmente como decorador, querendo tirar dúvidas sobre o campo de atuação, cursos e mercado de trabalho. Bom, atualmente não é apenas o nome da profissão que ficou mais pomposo, a informática e seus recursos, com programas cada vez mais avançados para quem atua nos diversos ramos do design, vem dando uma colaboração signifitiva e uma gama de recursos ao profissional que, se por um lado facilita e deixa projetos com uma visualização de cair o queixo (e abrir a carteira) dos clientes, por outro exige uma formação cada vez ampla e qualificada.

Abaixo, o básico de informação para quem pretende seguir na profissão. Boa sorte!

DESIGN DE INTERIORES

É a arte de planejar e arranjar ambientes de acordo com padrões de estética e funcionalidade. O profissional harmoniza, em um determinado espaço, móveis, objetos e acessórios, como cortinas e tapetes, procurando conciliar conforto, praticidade e beleza. Planeja cores, materiais, acabamentos e iluminação, utilizando tudo de acordo com o ambiente e adequando o projeto às necessidades, à personalidade, ao gosto e à disponibilidade financeira do cliente. Administra o projeto de decoração, estabelece cronogramas, fixa prazos, define orçamentos e coordena o trabalho de marceneiros, pintores e eletricistas. Pode projetar salas comerciais, residências ou espaços em locais públicos. Esse profissional costuma trabalhar como autônomo, mas pode atuar também como funcionário de empresas especializadas em decoração e design de interiores ou, ainda, como consultor em lojas de móveis.

O MERCADO DE TRABALHO

O mercado está aquecido para bacharéis e tecnólogos e promete estabilidade nos próximos anos. "A alta se deve aos lançamentos imobiliários nas capitais brasileiras. Com isso, a área comercial de mobiliários, materiais de revestimento e de coração acaba sendo impulsionada e abrindo oportunidades de trabalho para os designers de interiores", diz Paula Katakura, coordenadora do curso tecnológico do FIAM FAAM Centro Universitário, em São Paulo (SP). Segundo a Associação Brasileira de Designers de Interiores, 87% dos profissionais são autônomos e atuam por conta própria ou como terceirizados. "Há trabalho principalmente como autônomo em lojas e escritórios de design",conta Marli Teixeira Gouvêa, coordenadora do bacharelado na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Uma das maiores demandas vem da área corporativa, em que o designer é requisitado para elaborar andares inteiros de escritórios e salas de reuniões. Já os escritórios de decoração contratam com frequência o especialista em projetos para atender as necessidades de lojas, bares, restaurantes, hotéis, pousadas, clínicas e até de escolas particulares que querem modernizar seu ambiente. "A área residencial também é a mais conhecida e a que sempre apresenta oportunidades de trabalho", afirma Paula Katakura. Para Marli Gouvêa, o diferencial está no profissional que insere a sustentabilidade em seus projetos, como no campo da iluminação, com o aproveitamento energético da água, por exemplo. A maioria das vagas concentra-se nas capitais, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Salvador. "Maceió e Vitória e outras cidades de médio porte também têm mostrado bom fluxo de oportunidades", completa Marli.

O CURSO

Há poucos cursos de bacharelado no país. É grande a ênfase na parte prática, com atividades a mão livre e o uso de recursos da informática. Boa parte da carga horária é dedicada ao desenvolvimento de projetos, com aulas de perspectiva e desenho artístico e arquitetônico, assim como de técnicas de instalação e iluminação. As atividades extracurriculares também são frequentes. Prepare-separa visitar museus e exposições de arte, assistir a palestras e fazer pesquisas em bibliotecas. No fim do curso, as escolas costumam exigir um estágio ou uma monografia.

Duração média: quatro anos.

O QUE O DESIGN DE INTERIORES FAZ:

que você pode fazer

Decoração e paisagismo Cuidar da colocação de móveis e acessórios em ambientes residenciais e comerciais internos.Em áreas externas, usar arte e técnica para projetar, organizar e embelezar espaços com plantas e jardins. Desenho de móveis Criar peças conforme as necessidades do cliente, adaptando-as ao espaço disponível. Gerenciamento Acompanhar a compra de móveis e acessórios, fazer orçamentos e contratar mão-de-obra. Projeto Organizar ambientes de acordo com o estilo de vida e as necessidades do cliente. Elaborar esboços, lantas e maquetes, indicando o estilo, as cores e a disposição de móveis e objetos no espaço.

Nenhum comentário: