CONTATE-NOS PELO WHATSAPP: 99512-9504

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Artistas brasileiros desenhando na Jordânia

A editora Aranim da Jordânia, acaba de inaugurar seu site, mas as HQs nele presentes são quase todas de origem brasileira.
Dos 11 títulos apresentados no site, dez foram escritos por Marcelo Cassaro e um (Princess Heart) por Petra Leão. Atualmente, ambos são roteiristas de Turma da Mônica Jovem.


Nos desenhos, os autores brasileiros também predominam. Eduardo Francisco (Victory) é o responsável pelo traço de oito HQs - só não ficaram sob sua responsabilidade Fox Hill, Agent Zero e Princess Heart, este último desenhado pela brasileira Gislene Maymi.

"Como quase não há profissionais de quadrinhos no Oriente Médio, Suleiman Bakhit, CEO da Aranim (e também filho do ex-primeiro-ministro da Jordânia), encontrou o Edu (Francisco) via Deviant Art. E foi ele, com quem trabalhei em Victory, que me indicou", contou Marcelo Cassaro.
No entanto, nenhum trabalho traz o crédito dos autores. "Nenhum de nós fez muita questão. Como eu não tinha muita familiaridade com a cultura árabe e nem controle sobre o trabalho final, preferi não assinar", explica Cassaro.

As HQs foram produzidas originalmente como revistas impressas. Hawker Hunter, por exemplo, foi publicada e encartada no maior jornal da Jordânia em 2007 e virou o quadrinho de maior tiragem no Oriente Médio.

Metade delas teve patrocínio das Forças Armadas da Jordânia e narram batalhas históricas. Mas, segundo Cassaro, algumas séries devem sair direto como webcomics.


Nenhum comentário: